Uma Senhora da comunidade, moradora nas Rua Tito Araújo, em Júlio de Castilhos, se deparou com uma cena triste em seu pátio.

Alguns pássaros apareceram mortos em baixo de uma árvore e uma machucada.

Em informações passadas para nossa reportagem a Senhora disse que aparentemente os animais apresentavam marcas de tiro. A preocupação é que arma foi usada, se foi na referia região ou os animais caíram ocasionalmente eu seu pátio.

O fato aconteceu no começo do mês de setembro

 

Foto: Divulgação

A matéria foi publicada no Jornal O Semanário do dia 06/09/2019

Há muitas pessoas reclamando da insegurança dos dias atuais. Assaltos e arrombamentos aconteceram recentemente (mês de agosto de 2019) em Júlio de Castilhos, um problema que provocou reunião para discutir a temática.

Ouve-se dizer que tal ação não foi violenta, mas será que precisa haver agressão física para que haja violência?

Este questionamento veio de uma Senhora que teve sua residência arrombada na Avenida Assis Brasil no final do mês de agosto, em uma noite de sexta-feira em que a mesma precisou ir trabalhar.

Levaram objetos que se leva tempo trabalhado para poder adquirir novamente. A vida desta Senhora foi alterada: A preocupação, a falta de seus bens gerou uma transformação no seu dia a dia... a sua fisionomia mudou. Sua mente sofreu uma agressão que levará marcas impressas por muito tempo.

Qual é a violência que machuca?

 

Foto: Divulgação

É constitucional terceirizar, ou seja, contratar por meio de uma empresa, funcionários para todas as atividades de uma companhia no Brasil. A decisão foi tomada nesta quinta-feira pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) e

Nelly Cristina Venite de Souza Maria, de 27 anos, foi encontrada morta em Conchal (SP) na madrugada deste sábado

Vídeo circula no WhatsApp e virou um dos assuntos mais comentados do Twitter.

Página 1 de 2